Dinâmica de Fluidos

Os softwares de CFD – Dinâmica de Fluidos Computacional – têm o propósito de realizar simulações envolvendo fenômenos de fluxo, como fluidodinâmica, térmica, radiação e ótica, isolados e combinados. Desta forma amplia a capacidade de compreensão de projetos de aerodinâmica, refrigeração em Data Centers, desempenho de faróis automotivos, verificação de problemas térmicos em eletrônicos dentre outras aplicações.

Otimização de projetos

O engenheiro que se encontra na tarefa de otimizar um projeto para torná-lo mais competitivo está focado em visualizar as melhorias necessárias em subsistemas envoltos de fenômenos complexos, onde a simplificação analítica o impede de atingir resultados de maior qualidade ou mais baratos. Essa visualização dos fenômenos térmicos e fluidodinâmicos é plenamente possível com o uso de ferramentas CFD, e as melhorias de projeto são muito mais rápidas quando comparadas à estratégia envolvendo prototipagens excessivas.

Inovação com dinâmica de fluidos

Anteriormente, antes do advento das ferramentas de CFD, o projetista se via comprometido a simplificar considerações de projeto e adotar hipóteses que o distanciavam de um resultado mais otimizado, abordagem que também o deixava a mercê de erros de projeto não previstos, que seriam corrigidos somente após consideráveis alterações de projeto por tentativa e erro, aliadas com execuções de protótipos que possuíam sua demora em serem produzidos.

Uma vez que esses fenômenos envolvem equacionamentos muitas vezes impossíveis de serem resolvidos analiticamente, essas limitações de projeto começaram a ser destrinchadas com o aumento da capacidade computacional e com a popularização dos métodos numéricos de volumes finitos.

Impacto econômico

Mais do que desempenho, as ferramentas de CFD também trazem economia principalmente por duas vias:

A primeira se refere aos custos intrínsecos em PeD. Uma vez que as empresas em geral costumam possuir limitações orçamentárias, a boa escolha de investimento pode se tornar a chave para estar à frente de concorrentes. Um exemplo disso é o custo do uso de simulações computacionais frente ao de prototipagens.

A segunda via de economia é a de redução dos custos em reprojeto. A falta de ferramentas que possam predizer problemas no projeto em etapas preliminares adia a solução para etapas mais comprometedoras em que suas alterações são, via de regra, mais caras.

Soluções para Dinâmica de Fluidos


FloEFD

FloEFD

Solução rápida de CFD de modelo MCAD para produto manufaturado


FloVENT

FloVENT

Otimize os fluxos de ar HVAC com a simulação de CFD rápida, fácil de usar e comprovada pelo setor